Buscando seu cartão...

Publicidade
Publicidade

A Yamaha Motor Corporation Ltd., que inicialmente fazia parte da Nippon Gakki Corporation, foi fundada por Genichi Kawakami em 1955. Com a expansão de da produção de motocicletas da empresa foi criada a Motor Co. Ltd. A primeira motocicleta produzida pela empresa foi a 125 cilindradas YA-1, conhecida popularmente como “Akatombo” ou ‘libélula vermelha”. Foi a primeira motocicleta da companhia, símbolo da qualidade, do desenvolvimento e da originalidade que desde então identificam a marca Yamaha. O nome da marca Yamaha usada pela Yamaha Motor originou-se no nome de Torakusu Yamaha, o fundador de sua companhia matriz, Nippon Gakki (atual Yamaha Corporation).

Yamaha Motor no Brasil

A marca se estabeleceu no Brasil em 1970 com a Yamaha Motor do Brasil Ltda. Foi a primeira fabricante de motocicletas a se instalar efetivamente no País. Já em outubro de 1974 passou a produzir em Guarulhos, São Paulo, o primeiro modelo nacional, a Yamaha RD 50. Em 1985 se estabelece em Manaus, Amazonas com uma segunda unidade fabril, a Yamaha Motor da Amazônia Ltda. Hoje são 25 diferentes versões e 20 modelos de motocicletas. A marca comercializa modelos de 85 a 1700 cilindradas, com oito tipos de carrocerias diferentes: Executive Motorcycle, Street, On / Off Road, Off Road, Underbone, Custom, Super Sport e Sport Heritage A Yamaha do Brasil é um importante polo produtor e exportador para países como, Europa, Estados Unidos, Canadá, Japão, Oceania e Mercosul.

Melhor compra de 2015

A Yamaha foi eleita a “Melhor Compra 2015” nas principais categorias de motos em pesquisa realizada pela Revista Duas Rodas com consumidores do Brasil. No resultado, a marca ocupa o primeiro lugar em três categorias: Trail, com a Motocicleta Crosser 150; Street até 150 cc, com a Fazer 150; e també com a Street até 300 cc, com a Fazer 250. Ao todo, a pesquisa ouviu 2.500 participantes em fevereiro de 2015, que relataram seu grau de satisfação quanto a 22 itens.

Publicidade
Publicidade

Temas analisados

A partir dos resultados sobre o grau de satisfação sobre os tais 22 itens de motocicletas, foram criados oito temas: Custos (preço de compra, preço das peças originais, consumo de combustível); Marca (confiabilidade da fabricante, cobertura da rede de concessionárias); Modernidade (produto, design); Desempenho (rapidez na aceleração, facilidade de ultrapassagem); Segurança (visibilidade dos espelhos retrovisores, eficiência na frenagem); Conforto (condutor, garupa); Qualidade (acabamento, peças e componentes originais, durabilidade das peças); e Pós-Venda (qualidade no atendimento, disponibilidade de peças, prazo de realização dos serviços, pontualidade no cumprimento do prazo prometido, qualidade do serviço executado e preço da mão-de-obra).

Moto mais vendida

A motocicleta mais vendida da categoria Maxtrail (desenvolvidas para cruzar grandes distâncias tanto por estradas pavimentadas como estradas de terra), em 2014, foi a XT 660Z Ténéré, que custa a partir de R$ 30.500 e vai bem tanto na terra quanto no asfalto. A Yamaha disponibiliza o modelo somente na cor azul e sem freios ABS, que dão sempre maior segurança ao motorista.  A líder XT 600 saltou de 2.934 emplacamentos, em 2013, para 3.473 em 2014.