Buscando seu cartão...

Publicidade
Publicidade

Se o seu carro já não apresenta uma pintura viva como de quando era novo, existem algumas opções que ajudam a você deixar o seu carro como nos tempos da concessionária. As ceras para carros são uma dessas opções, e além de tudo podem ser baratas e fáceis de aplicar. Saiba agora tudo sobre as ceras de carro e deixe o seu carro brilhando.

Encerar o carro é tão importante quanto uma boa a lavagem, além de que encerar o carro pode ser mais econômico, uma vez que não utiliza água. Mas encerar o carro não é para o limpar, você deve utilizar a cera no carro, pois ela ajuda a proteger o verniz, a última camada que dá brilho à pintura automotiva, o que faz com que seu carro fique protegido e parecendo como se ainda fosse novo. Se o verniz ficar  exposto ao sol sem proteção, tende a ficar ressecado, opaco, e estragar aquele brilho reflexivo do carro.

Em carros que ficam muito expostos ao sol é indicado que utilize a cera pelo menos uma vez a cada 30 dias, já carros pouco usados e que ficam em garagens, esse período pode ser estendido para uma vez a cada 45 ou até mesmo 60 dias.

Publicidade
Publicidade

Vantagens de utilizar ceras em carro

Além de proteger o carro  o deixar mais bonito e brilhante a cera ajuda a manter o carro limpo por mais tempo, uma vez que e a camada de proteção da cera evita que as sujeiras penetrem no verniz e estraguem a pintura. Não é apenas uma questão estética, pois a carnaúba das ceras de boa qualidade funcionam como uma camada fina de proteção e que vai evitar a lavagem frequente e para manter o brilho e proteção da carroceria.

Para saber se o carro precisa ser encerado é muito fácil, com o carro limpo, jogue um pano sobre o capô inclinado. Se o pano deslizar, ainda existe proteção. Se o pano ficar, já é hora de  passar uma camada de cera no carro. Outro teste é  deslizar as costas do dedo indicador na carroceria, que deve deslizar com facilidade.

Tipos de cera de carro

Existem vários tipos de ceras para carro, mas basicamente três tipos são os mais utilizados, conheça um pouco mais sobre cada um e veja qual é o melhor para você.

Publicidade
Publicidade

Cera em pasta

Essa é a  cera mais forte, pois  ela remove riscos mais profundos, uma vez que tem mais solventes em sua composição. De cor rosada ou branca, devem ser aplicadas com algodão ou esponjas próprias, com movimentos circulares, sob a carroceria fria e à sombra. Não devem ser usadas com muita frequência pois o solvente remove pouco a pouco o verniz. Pode ser usada a cada seis meses.

Cera líquida

A versão líquida contém menos solventes e pode ser aplicada de forma mais frequente na pintura. Também remove os risco, mas os mais superficiais e ajuda a repor a proteção do verniz.

Cera em spray

Esse formato vem ganhando espaço, pois  é rápida e fácil de ser aplicada. A cera em spray contém emulsão de silicone ou carnaúba, e ajuda a repor a camada de proteção da pintura. No entanto, ela não tem a mesma função das ceras líquidas e não remove riscos nem as sujidades impregnadas. Deve ser aplicada em carros já previamente encerados ou polidos, ou seu efeito será reduzido.